Dicas One Hair

Estrutura capilar

Estrutura Capilar

Estrutura Capilar

A Origem

O cabelo (do latim capĭllus) é cada um dos pelos que crescem no couro cabeludo(parte superior da cabeça do corpo humano) há em média 3 milhões e meio de fios capilares em uma pessoa adulta, cresce em média de 1 a 1,5cm por mês. Diferenciam-se dos pêlos comuns pela sua elevadíssima concentração por área de pele e pelo desenvolvimento em comprimento. Podem ser lisos, crespos, ondulados e de muitas cores. Os cabelos não servem só como um aliado estético (dando forma e valorizando o rosto) mas também funcionam como um isolante térmico, protegendo a cabeça das radiações solares e de um eventuais atritos.

As cutículas do Cabelo antes e depois de uma Cauterização

Antes e depois da cauterização

Folículo pilo sebáceo

Componentes do folículo sebáceo

Os folículos pilosos, produtores do pêlo, desenvolvem-se durante os primeiros meses de vida intra-uterina. Após esse estágio, não há formação de novos folículos no corpo, ou seja, o número de pêlos (inclusive o cabelo) que uma pessoa terá durante a vida é determinado antes de seu nascimento.

Componentes do folículo pilo sebáceo:

  • Células germinativas (queratinocitos e melanocitos)
  • Folículo ou canal onde está inserido o pelo
  • Glândulas sebáceas - são importantes para a beleza e saúde dos cabelos e do couro cabeludo. Ela tem a função de fornecer ao cabelo a oleosidade natural através do sebo que produz.
  • Glândulas sudoríparas - elas equilibram o pH do couro cabeludo e do cabelo.
  • Músculo eretor do pelo (Horripilante)
  • Papila germinativa do pelo
  • Vasos sanguíneos (condutor de nutrientes para o pêlo).

Queratina

A haste capilar e o pêlo são formados em sua maioria, por aproximadamente 65 a 95%, por proteínas, sendo que os demais componentes são a água, lipídeos e alguns elementos químicos.

Uma proteína é uma seqüência de aminoácidos, quando os aminoácidos se unem em uma determinada seqüência e com um determinado arranjo, forma-se o que é conhecido como cadeias polipeptídicas. As cadeias polipeptídicas são, portanto, longas seqüências de aminoácidos.

HasteQue formam 3 camadas distintas:

Cutícula: É a parte externa do cabelo que desempenha o papel de proteção, e consiste de células sobrepostas, fazendo assim uma proteção para o pêlo.

Córtex: É formada por células alongadas que estão bem unidas. É aqui que encontramos os pigmentos do cabelo.

Medula: É a parte central da haste capilar. Não está muito bem definido o seu papel.

Há fatores que podem levar a uma queda anormal, como por exemplo:

  • Problemas hormonais
  • Alteração da circulação sanguínea
  • Produção excessiva de oleosidade
  • Doenças do couro cabeludo
  • Fatores emocionais
  • Traumas mecânicos
  • Mau uso dos produtos químicos
  • Mecanismos fisiológicos
  • Fatores encontrados na natureza (sol, sal, cloro...).

A ação contínua da diidrotestosterona sobre folículos geneticamente suscetíveis gradualmente reduz o tamanho dos folículos e abrevia a fase de crescimento até que, ao final, só restem velos. Este processo duro à vida toda. Depois de muitos anos de interação androgênica com folículos suscetíveis, a alopecia se torna evidente e evolui de modo muito diferente em homens e mulheres.

PTIRÍASE

Chamado de caspa ou escamação do couro cabeludo. Embora seja bastante comum, se não tratada a caspa pode progredir gradualmente até se tornar uma dermatite seborréica com inflamação e lesões avermelhadas, o que causa a coceira. Os principais determinantes para esse tipo de dermatite são alterações na formação e crescimento das células da pele, além do número e função das glândulas sebáceas (responsáveis pela oleosidade). A proliferação microbiana exagerada do fungo Pityrosporum ovale também causar irritação do couro cabeludo, coceira e descamação e não é contagioso. Dados médicos apontam que 18% da população mundial tem dermatite seborréica, que no couro cabeludo é conhecida como caspa.

Ptiriase

SEBORRÉIA

Aumento da secreção, na maioria das vezes, acompanhada de hiperplasia, das glândulas sebáceas. A seborréia é devida a uma predisposição congênita que se manifesta com freqüência durante a puberdade ou em idades criticas: os distúrbios das secreções internas desempenham papel incontestável. Conforme o caso, distingue-se a seborréia oleosa, a seborréia gordurosa e a seborréia seca. A seborréia oleosa afeta principalmente o couro cabeludo, no qual provoca descamação abundante, que se acompanha, ou não, de queda de cabelo, verifica-se o aparecimento de crostas.

DEGRADAÇÃO DA HASTE CAPILAR

Os processos químicos capilares constituem um conjunto de agressões químicas aos cabelos. Qualquer que seja o processo o seu mecanismo de ação no cabelo, invariavelmente trará conseqüência, todas elas de degradação da cutícula ou de ruptura e perda da massa de queratina interna.

  • Alteração do pH do cabelo e do couro cabeludo
  • Altera a constituição protéica do cabelo
  • Queda de ligações de enxofre
  • Diminuição da cistina e aumento do ácido cisteico (fragilizando a fibra)
  • Aumenta a porosidade capilar e com isso a quebra
  • Aumento das cargas eletrostáticas dos fios
  • Os cabelos ficam ásperos ao toque

TRICOPTILOSE

A tricoptilose é uma divisão longitudinal da haste do cabelo. Damos esta denominação a todos os cabelos que tenham perdido sua forma cilíndrica, rachando e quebrando ou fiapos parecidos com as cerdas de um pincel, temos a tricoptilose central (ponta dupla) e tricoptilose por tricorrexe (ponta esfiapada). 

Tricoptilose

TRICORREXE NODOSA

É mais corretamente encarada como uma resposta característica do cabelo a lesão, o chamado desgaste do cabelo. As células cuticulares são rompidas permitindo que as células corticais se alarguem para fora para formar nódulos. A perda da cutícula resulta em fibras esfarrapadas que se fraturam com facilidade.Pode ser adquirida (processos químicos e mecânicos) ou genética (tricorrexe invaginada).

Tricorrexe

TRICONODOSE

Este nó na haste do cabelo é induzido por trauma, fios encaracolados curtos e médios de diâmetro relativamente achatado são mais facilmente afetados. As únicas anormalidades são secundárias ao nó e são localizadas na parte da haste que forma o nó com desgaste excessivo e quebra da fibra.

Triconodose

ARGILATERAPIA APLICADA A TERAPIA CAPILAR

Para tratamento de caspa, seborréia, alopecia areatas, difusas, psoríase (na fase passiva), promovendo um verdadeiro arraste de impurezas, células mortas e desintoxicação do couro cabeludo, também podendo associar a aromaterapia, para potencialização da argila.
O óleo essencial de limão tem ação desintoxicante, cicatrizante e regenerador.

Propriedades terapêuticas:

  • Estímulo da circulação sanguínea e linfática
  • Promove uma microabrasão do couro cabeludo
  • Efeito depurativo dos tecidos por absorção (absorve toxinas e impurezas).
  • Ação remineralizante já que a argila verde que utilizamos é enriquecida com sais minerais e oligoelementos e pelo seu peso molecular favorece sua penetrabilidade.
  • Promove a reconstituição dos tecidos.
  • Grande ação desintoxicante, já que um couro cabeludo asfíctico perturba e compromete a fase anágena do cabelo.
  • Ação sebo-reguladora, ou seja, melhora a qualidade do sebo do couro cabeludo, transformando o sebo denso em um sebo com maior fluidez.

Proporcionando também um sistema de troca, onde retira as impurezas da profundidade do couro cabeludo e cedem em troca seus elementos naturais indispensáveis ao metabolismo orgânico.

Os tratamentos estéticos realizados com argila associada a cosméticos indutores, também chamados de desintoxicação metabólica, apresentam excelentes resultados. Como favorecer a reprodução celular integral afina e clareia a pele, estimula circulação sangüínea e linfática integral (sangue e água), microabrasào da camada córnea (esfoliação biológica); fornece sais minerais e oligoelementos; promove a reconstituição dos tecidos.

2011 © Todos os direitos reservados
Beauty Prime Distribuidora de Cosméticos Ltda.
Rua Conceição Augusta de Góes, 120
Jd. Delta – Londrina-PR
CEP: 86.065-826
Desenvolvido e Hospedado por Cedilha Comunicação DigitalTelefones
+55 (43) 3354-1900
SAC: 0800 400 1908